Caso de Sucesso - Banco da Família - SC

Histórico do Banco da Família
O Banco da Família é uma instituição de microfinanças, formada por uma associação, registrada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil e Interesse Público) tem seu funcionamento autorizado e regulamentado pelo Ministério da Justiça através da Lei n.º 9.790.

Nasceu dentro da ACIL - Associação Comercial e Industrial de Lages, em 1998, através de uma iniciativa da Câmara da Mulher Empresária como Banco da Mulher com a missão de ser uma alternativa de crédito aos pequenos negócios, formais e informais, de forma simplificada e eficiente – buscando ampliar e melhorar os pequenos negócios de modo que contribuíssem com o desenvolvimento regional.

Em 2003, diante de novas exigências e necessidades, a instituição mudou e ampliou, passando a se chamar Banco da Família.

A partir de então, o Banco da Família começou um processo sólido e contínuo de expansão. Hoje conta com 5 agências e 8 postos de atendimento nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Com foco nas classes C, D e E que ganham até 3 salários mínimos, o Banco da Família já liberou 172.693 mil empréstimos, totalizando R$ 253.523.118,40 reais, com um ticket médio de R$ 1.468,05 reais nestes 15 anos de atuação, oportunizando às famílias de baixa renda melhores condições de vida, estimulando o empreendedorismo e desenvolvimento dos pequenos negócios.

O apoio à mulher, elencado na descrição dos valores do Banco da Família, esteve presente nos investimentos em desenvolvimento e valorização do seu trabalho. Prova disto é que as mulheres são a maioria no quadro de funcionários e de clientes.

Ao longo dos seus 15 anos de existência vêm cumprindo sua Missão de atuar em microfinanças, com eficiência e atendimento personalizado, contribuindo para a geração de trabalho e a melhoria da qualidade de vida no Sul do Brasil.

O Banco da Família é única instituição do Brasil filiada à rede WWB – Women's World Banking (Banco Mundial da Mulher).

Sobre o Projeto e a TechSoup
Nosso projeto surgiu da necessidade de adquirir um servidor no qual tivesse suporte a virtualização e disponibilizasse várias Máquinas Virtuais (Virtual Machines). Em contato com a Microsoft explicamos que a nossa instituição era uma OSCIP, entidade sem fins lucrativos e o próprio atendimento da Microsoft Brasil nos informou sobre o Projeto TechSoup.

No mesmo dia entramos em contato com a TechSoup Brasil e tivemos um ótimo atendimento, explicando de forma simples como seria o processo de doação de software. Então encaminhamos a documentação necessária e logo em seguida recebemos a aprovação (Legibilidade).

Fase de Implementação e Custos
Com a parceria Banco da Família e TechSoup não só adquirimos  uma versão do Microsoft Windows Server 2012 mais sim, duas licenças do mesmo, que vamos trabalhar com redundância e disponibilidade de serviços nos sistemas operacionais. Também trocamos todos o Open Office pela versão Office 2012, tornando mais simples para o usuário  trabalhar no software mais  comum do mercado. Trocamos ainda as versões “Free” de um antivírus comum do mercado pelo Norton360, trazendo aos colaboradores um ambiente mais seguro e confiável com esta aquisição.

Outro ponto positivo foi a economia de aproximadamente quarenta mil reais nas aquisições dos softwares originais, fazendo com que o valor não desembolsado possa ser emprestado para muitos clientes do Banco da Família, investindo na melhoria da qualidade de vida  de acordo com a “Missão do Banco”.